Compartilhe:

Antes de falarmos dos sete princípios do Bushido, vejamos uma pequena contextualização. Há aproximadamente sessenta anos, o Japão estava arrasado pelo Segunda Grande Guerra, inclusive com duas cidades varridas do mapa pelo lançamento (inédito naquele momento) de duas bombas atômicas. Existem fotos da época de famílias inteiras de Tóquio morando debaixo de lajes. O país estava literalmente no chão. Claro, a reconstrução ocorreu com o auxílio de capital externo, mas ainda assim, sair de uma derrota em uma guerra mundial para terceira maior economia do mundo em cinco décadas, é de tirar o chapéu. Leve em conta que cinquenta anos não são nada em termos historiográficos.

Essa capacidade de reconstrução é vista inclusive hoje em dia, como logo após o tsunami de 2011 (praticamente tudo já está no lugar novamente).

A capacidade do povo de se reerguer está intimamente ligada com os princípios que ele sustenta. Nesse sentido, a base japonesa é sólida. E é aqui que o título do artigo faz sentido. Faz parte da composição cultural japonesa o Bushido. O Bushido, ou Caminho do Guerreiro, é o código de conduta Samurai.

Os Samurais deveriam segui-lo, não apenas na guerra, mas também em todas as suas atividades diárias. Basicamente, o código continha sete princípios ou regras de comportamento que norteavam vários aspectos da vida do samurai.

Ora, Igor, o que isso tem relação com concurso público?

Tudo. Absolutamente tudo. Não só em concurso público, mas na vida como um todo. Estudar para concurso público é um desafio como qualquer outro desafio. Ele suga você. Exige o melhor da sua disciplina, autocontrole e resiliência. E se você possui princípios fracos ou mesmo não possui princípio algum, você vai fadar.

Quando eu estudava pra concurso público e meu filho era pequeno, foram os princípios que aprendi com minha família e com os fuzileiros que me sustentaram e não deixaram eu desistir. No fundo da minha alma eles gritavam: “não pare, não pare”. Assim são os princípios ou valores: funcionam como um norte de uma bússola, guiando você rumo ao seu objetivo, com firmeza de propósito. Você pode ser a pessoa mais esforçada do mundo, mas se a sua bússola está quebrada, você acabará parando no lugar errado.

Os princípios crescem junto conosco, desde crianças, levando em conta o ambiente que você está imerso e geralmente associados a emoções profundas. A emoção ou sentimento profundo funciona como uma cola. Ela serve para grudar a teoria no seu coração. No meu caso, foi a Marinha do Brasil e minha família. Princípios e emoção. Foi algo que recebi a base de fogo e que grudou no meu coração. Mas há vários outros exemplos.

Os escoteiros, por exemplo, tem um conjunto de dez itens que funcionam como uma espécie de lei. Veja abaixo (os dois itens que eu mais gosto estão em negrito):

  1. O Escoteiro tem uma só palavra; sua honra vale mais que sua própria vida.
  2. O Escoteiro é leal.
  3. O Escoteiro está sempre alerta para ajudar o próximo e pratica diariamente uma boa ação.
  4. O Escoteiro é amigo de todos e irmão dos demais escoteiros.
  5. O Escoteiro é cortês.
  6. O Escoteiro é bom para os animais e as plantas.
  7. O Escoteiro é obediente e disciplinado.
  8. O Escoteiro é alegre e sorri nas dificuldades.
  9. O Escoteiro é econômico e respeita o bem alheio.
  10. O Escoteiro é limpo de corpo e alma.

Note a nobreza que carrega as palavras. Quem vive por princípios semelhantes enfrenta dificuldades como qualquer outra pessoa, mas dá tratamento diferente aos obstáculos. A bússola interna está bem calibrada. A pessoa está pronta, restando apenas o preparo. Isso porque são os princípios que dão vida à técnica. A técnica sem princípios é como um saco vazio. Não para em pé. O que percebo é que muitos de nós querem um emprego, bons salários, honras e glórias, mas se esquecem que o ingresso para o show é caro e agem como um fazendeiro amador, que quer ver sua plantação linda apenas uma semana depois do plantio. Só que na fazenda, não há atalho meu amigo. É um sistema natural e funciona com base em princípios naturais. Como tudo funciona, aliás. Inclusive o concurso público.

Voltando ao tema, agora você sabe que princípios são importantes. Não basta a técnica, mas sim o ato. E o Bushido fornece um bom guia pra gente seguir. Vamos conhecer agora os sete princípios. Eu teci alguns comentários, julgo que desnecessários, pois os princípios (como qualquer conjunto de princípios) são autossuficientes. Mas o fiz para tentar ajudar você a fazer um paralelo do Bushido com a nossa realidade de concurseiros.

Os sete princípios do Bushido

  1. Gi – Justiça, Retidão e Honestidade

Seja honesto em todas as suas relações. Acredite na Justiça, não a que é dada pelos outros, e sim na sua própria justiça. Para um autêntico samurai não existem tons de cinza em relação à honestidade e justiça. Só existe o certo e o errado. E pra ser justo é necessário fazer o julgamento correto em relação à tudo em sua vida.

Comentários. É aquela velha pergunta: você está estudando ou está meramente ocupado? Você está indo em direção ao seu objetivo ou dando voltas para procrastinar? Faça o que precisa ser feito e pare de enrolar.

  1. Yuu – Coragem, Bravura heroica

Um samurai deve ter coragem heroica. Viver é arriscado e perigoso e esconder-se como uma tartaruga se esconde em sua concha não é a maneira mais adequada de viver. Devemos aprender a viver a vida ao máximo, intensamente. Substitua o medo pelo respeito e cautela. A coragem heroica não é cega, ela é inteligente e forte.

Comentários. Creio que aqui se encaixa bem o medo de não passar, afinal de contas todo esforço carrega consigo a incerteza quanto aos resultados. No concurso público não é diferente.

  1. Jin – Compaixão, Benevolência

Através de um treinamento intenso o samurai torna-se rápido e forte, porém ele usa essas habilidades para fazer o bem para as pessoas e tem compaixão por elas. Amor, amizade, solidariedade e nobreza de sentimentos são considerados como os maiores atributos da alma. Ajude seus colegas em todas as oportunidades que houver.

Comentários. A relação que fiz aqui foi de trazer sentimentos nobres na hora do estudo, não apenas ligados a dinheiro, mas também algo relacionado a patriotismo, amor ao país. Você vai servir ao público, não é verdade?

  1. Rei – Respeito, Polidez e Cortesia

O Samurai não tem nenhuma razão para ser cruel. Não há necessidade de provar a sua força. Um samurai é cortês até mesmo para com os seus inimigos. Se não fosse assim, ele não seria melhor do que qualquer animal. Um samurai é respeitado não só por sua coragem, mas também pela forma como eles tratam os outros.

Comentários. Você vai encontrar pelo caminho muitos problemas. Materiais que você não se adapta, professores que você não gosta, colegas de concurso mal educados. Nada disso deve tirar você do sério. Trate com cortesia e siga em frente.

  1. Makoto – Honestidade, sinceridade absoluta

Mentir é um ato considerado covarde e desonroso e portanto quando um samurai diz que fará algo, é como se já o tivesse feito. Nada nesta terra o deterá na realização do que disse que fará. Um samurai não precisa dar a sua palavra e nem precisa prometer nada. Quando um samurai fala, é porque ele vai agir.

Comentários. A verdade está na ação. Não adianta se planejar e não fazer nada. Pare de resmungar e arrumar desculpa. Aja!

  1. Meiyo – Honra, Glória

O verdadeiro samurai só tem um juiz de sua honra, e este juiz é ele mesmo. As escolhas que você faz e como você trabalha para obtê-las são um reflexo de quem você realmente é. Você não pode se esconder de si mesmo. Muitas das nossas decisões são influenciadas pelos outros, o que nos faz parecer hipócritas. Dizemos muitas vezes o que os outros querem que digamos, vemos o que os outros querem que vejamos. Ouvimos o que os outros querem que ouçamos. O valor da nossa dignidade pessoal está implícito na palavra honra. “Desonra é como uma cicatriz em uma árvore que o tempo, em vez de curar, só ajuda a aumentar.”

  1. Chuu – Dever e Lealdade

Um samurai é extremamente leal àqueles que estão sob seus cuidados. Por quem ele é responsável, ele permanece fiel. Suas palavras e suas ações pertencem à você, assim como todas as consequências que se seguem a partir delas. “A palavra de um homem deve ser como sua impressão digital: Você deve levá-la aonde quer que vá”.

Comentários itens 6 e 7. Até hoje, nunca vi um aluno ou aluna que realmente fossem vítimas. Já vi muitas pessoas que não atingiram seus objetivos, mas nenhuma delas creio que tenha sido vítima de um suposto “sistema”. As pessoas são as razões de suas próprias escolhas e devem arcar com suas consequências, boas ou ruins.

Inspirador, não? O Bushido é simples, mas difícil de seguir, como todos os princípios nobres que existem por aí. Quando, pelo menos, tentamos aplicar esses princípios, extraímos de nós o nosso melhor. Consequentemente, nosso rendimento aumenta, enganamo-nos menos, lutamos mais.

Para complementar, fiz um cartaz com os sete princípios pra você colar na escrivaninha. Para baixar, clique aqui.

Espero que goste!

Um abraço,

Igor.

A definição de cada princípio não é minha. Você pode ler em Japão em Foco.

Receba nossas novidades por e-mail


Compartilhe:

Autor(a): Professor Igor Oliveira

Igor Oliveira é servidor público federal, Analista Técnico da SUSEP. Foi oficial fuzileiro naval e piloto de helicóptero na Marinha do Brasil. Igor faz parte da equipe da coordenação do Ponto dos Concursos.

  • A opinião do examinador se forma logo no primeiro parágrafo, então é muito importante que seu texto comece com todo potencial! Dica do Prof. Ricardo Wermelinger: bit.ly/artigo_comecotexto
  • Não deixe os erros te abaterem, concurseiro!
  • Saia da frente!!! #VidaDeConcurseiro
  • Aprovado no TRE do Rio de Janeiro, Jacintho compartilha a sua experiência de vida e de concurseiro. Nesta entrevista, ele, que é aluno do Ponto, nos mostra que é possível passar em concursos públicos, com muito foco e dedicação. Assista à entrevista completa: bit.ly/entrevista_Jacintho
  • ... ficou desesperado pensando que não daria tempo de estudar todo conteúdo da prova. :P #VidaDeConcurseiro
  • Disciplina é essencial na vida de concurseiro!
  • Com a Turma de Elite do Ponto você ficará afiado para a prova de AFT. bit.ly/cursos_AFT
  • Feliz aniversário, Brasília!

Siga-nos no Instagram

Scroll Up