Olá, pessoal!

Hoje eu listo 4 grandes erros em um processo de estudo para concursos públicos, baseado em minhas experiências como Coach e concurseiros.

Vamos lá:

1 – O pior problema de todos, e o mais comum: FALTA DE FOCO!

Grande parte dos alunos não consegue estabelecer um foco e permanecer nele.

Sabemos que, se você for uma pessoa normal, não passará em um bom concurso com pouco estudo, ou sem foco em alguma área.

Toda vez que um edital é publicado, mais da metade dos meus alunos me manda e-mail perguntando sobre o que eu acho de a pessoa estudar para ele.

Se as matérias fossem parecidas, tudo bem, mas com matérias totalmente diferentes, não dá. O risco é de não se conseguir passar em nenhum.

Conclusão: mantenha o seu foco! Resista às tentações! Essa mudança permanente de foco vai fazer o seu tempo para a aprovação aumentar, e não diminuir, como parece.

Mas professor, eu nunca posso mudar o meu foco? Pode sim, mas pense bem antes de fazer a alternância. Depois que a fizer, permaneça no foco alterado.

2 – Um problema muito perceptível: ansiedade.

Nas minhas turmas, eu entro em consenso com os meus alunos sobre qual o melhor foco a ser perseguido.

Com o foco definido, e com o horário planejado, estabeleço as principais matérias a serem estudadas. Nunca deixo um aluno estudar todas as matérias de um edital anterior.

Qual é o objetivo disso? Sabemos que os editais costumam mudar muito. Édifícil um edital sair hoje com as mesmas matérias de um de dois ou três anos atrás.

E por que isso? Porque os editais e os Órgãos públicos, assim como nós, ou como as empresas privadas, vivem se atualizando, mudando o foco das atividades, seguindo uma LDO ou uma LOA diferente, um plano estratégico novo etc. Então, é bem possível que um novo edital não pedirá todas as matérias de um anterior.

Qual a estratégia? É a de se estudar somente as matérias que compõem a espinha-dorsal do Órgão em foco. Eu costumo estabelecer uma meta de acertos de 80% dos exercícios quando o foco é em bancas de múltipla escolha, e de 60% líquido nas matérias dos editais do Cespe.

Quando o aluno conseguir atingir a meta em todas as matérias, aí podemos pensar em estudar algo fora da espinha-dorsal.

Eu sempre fiz assim, e acho que funciona.

Mesmo assim, muitos alunos me mandam inúmeros e-mails pedindo para estudar matérias estranhas. Mesmo eu não deixando, aconselhando a não estudar essas matérias, alguns acabam alterando a planilha e estudando por conta própria.

Qual é o recado então? Contenham a ansiedade. Não caiam na tentação. Não dá para cobrir um edital inteiro antes de ele sair. Não é producente. Listem as matérias base, e só estudem elas, até o edital sair. Quando o seu edital for publicado, dá tempo sim de estudar as novidades. Você vai passar com os acertos das matérias do núcleo duro. As matérias novas servirão para te colocar nas vagas, pode ter certeza.

3 – Falta de comprometimento com a causa estabelecida.

Meus amigos, o estudo é algo desagradável, estafante, e que te priva de vários prazeres.

Antes de adentrar nesse mundo, pense bem se você foi feito para ele.

Vejo muitas pessoas que começam a estudar, o fazem com muita motivação por três ou quatro semanas, e se desanimam do nada, sem uma explicação plausível.

Estudar para concurso é uma meta de vida. É a gestação de um filho. Começou, não há como desistir! A desistência, dependendo do seu tempo de estudo, representará um enorme prejuízo.

Conclusão: pense bem nos motivos que te levaram a perseguir uma vaga no serviço público. Não pode ser somente porque você está desempregado, ou porque o seu primo passou no concurso tal, então eu vou tentar também.

Entre de cabeça, se dedique de coração! Comprometa-se com as suas metas! Faça aquilo que você tem que fazer! Não dê desculpas para o seu fracasso, e nem culpe os outros pela sua ineficiência!

O culpado é você mesmo! Assim como o vencedor será também você! Você define a sua vida! Você conseguirá a vitória! Não transfira responsabilidades para ninguém!

Se você não foi aprovado, ou não conseguiu estudar aquilo que deveria, não arrume mil desculpas para isso, ou não culpe os outros!

Reveja os seus métodos de estudos! Repense as suas prioridades! Levante-se e siga em frente!

4 – Excesso de prolixidade!

Passar em concursos públicos requer objetividade. Você precisa ser safo! Não é o melhor aluno que vai passar, mas aquele com melhor estratégia e controle emocional!

Temos que estabelecer uma estratégia rotineira que nos permita conciliar tudo aquilo que seja de nossa obrigação.

Até para definir o nosso horário de estudos, temos que ter objetividade. Até para escrever um e-mail, necessitamos dela.

Principalmente para aquele concurseiro que estuda e trabalha, há que se ganhar tempo.

Divida o seu dia com todos os seus compromissos em uma planilha. Horário para acordar, para almoçar, para brincar com o filho, para trabalhar, para estudar etc.

Quando você for cumprir a tarefa estabelecida no horário, faça-a com prazer, e da melhor forma possível. Esqueça de todas as outras, e foque somente naquela do horário atual. É difícil, eu sei, mas é possível sim. Há que se concentrar!

Quando temos muitas atividades, e pouco tempo para cumprí-las, temos que funcionar como um relógio.

Notem que uma das qualidades da maioria das pessoas que são aprovadas em bons concursos é a disciplina.

Conclusão: Adquiram disciplina na vida! Não só nos seus estudos, mas em tudo!

Um abraço.

Facebook

Técnicas de Preparação para Concursos Públicos

Instagram

brunofracalossipaes

YouTube

Canal do Bruno Fracalossi

Ponto dos Concursos

Coaching Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi – Pioneiro no mercado de Coaching para Concursos no Brasil – Mais de 6 anos de atividades, e mais de 1.000 alunos treinados de forma individual.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi é Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União, exercendo suas atividades na Corregedoria-Geral da União. Já foi Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Goiás e atualmente cursando Direito no IESB/DF. Pós-graduado em Gestão Pública com ênfase em Ciência Política e em Auditoria Financeira pela UNB/ISC-TCU. Autor do livro Guia Completo das Carreiras Públicas Federais pela editora Impetus. Coach com quase quatro anos de experiência, e com mais de 800 alunos treinados, sendo inúmeros já aprovados. Professional and Self Coach/Leader and Manager as a Coach/Analista Comportamental certificado pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLA Coaching) com reconhecimento da International Association Of Coaching. Membro da Sociedade Latino Americana de Coaching. Um dos pioneiros no mercado de Coaching para Concursos no Brasil.

  • Pronto para mais uma prova, concurseiro? A Turma de Elite é um curso completo com treinamento à altura para os melhores concursos do país. Saiba mais em: bit.ly/cursos_TJCE
  • Não espere a oportunidade surgir, vá em busca dela. 👊🏽
  • A gente sabe bem como é estudar com esses carinhas. 😂
  • Que tal um bom filme para se inspirar e descansar a mente por alguns instantes? O fim de semana chegou. Aproveite, concurseiro! ;)
  • Entender como funcionamos é um ótimo caminho para conseguirmos manter o foco. Confira as dicas. ;)
  • Todo dia é uma oportunidade para você ficar mais próximo dos seus objetivos. Siga firme, concurseiro! 👊🏽
  • Cada um com a sua prioridade, né? 😂
  • Atenção às semelhanças e seus diferentes significados. ;)

Siga-nos no Instagram

Scroll Up