Olá, pessoal!

Seguem os meus comentários relativos às questões de Geografia. Vislumbrei possibilidade de recursos…

Julgue os próximos itens, relativos à industrialização e à integração do Brasil ao processo de internacionalização da economia.

83 A reestruturação produtiva recente do território brasileiro promoveu, entre outros resultados, a desindustrialização da cidade de São Paulo e região metropolitana e o deslocamento das plantas industriais paulistanas para diversas regiões brasileiras e mundiais, como o sul do Brasil, o litoral nordestino, a China e países do MERCOSUL.

Errado.

Aparentemente a questão está correta, motivo pelo qual acredito que existe a possibilidade de recurso. A desindustrialização no país de fato se deu principalmente nas grandes cidades, como São Paulo, tendo as indústrias se deslocado para as pequenas e médias cidades. Como o processo de desindustrialização da região metropolitana paulista, tirando a capital, foi menor, acredito que o avaliador a considerou como fora do processo de desindustrialização, o que justificaria o gabarito dado.

84 Com a desconcentração da indústria paulista, as principais regiões metropolitanas nordestinas (Salvador, Recife, Fortaleza e São Luís) tornaram-se novas aglomerações industriais, devido a algumas condições básicas: situação geográfica adequada para a implantação de indústrias em razão da proximidade de rotas de comércio internacional; e aumento do número de empregos industriais diretos e indiretos com mão de obra barata e qualificada.

Errado.

De fato, alguns estados nordestinos beneficiaram-se da desindustrialização do Sudeste e se tornaram destino de algumas indústrias que antes funcionavam nesta região. Estas empresas, no entanto, não se instalaram de maneira significativa nas capitais. São Luís, por exemplo, minha cidade natal e apontada no enunciado, tem atividade industrial bastante incipiente.

85 O Brasil, potência regional na economia do mundo, integra redes de produção e consumo em escala global, principalmente nos setores de produção de soja, minério de ferro, óleos brutos de petróleo, automóveis de passageiros e açúcar de cana bruto.

Certo.

Em poucas palavras, a questão afirma que o Brasil é um exportador de commodities e de automóveis, o que está correto. Sobre os automóveis, é importante ressaltar que nosso país exporta principalmente para os países da América Latina e da África.

A respeito da dinâmica do agronegócio brasileiro, julgue os itens que se seguem.

86 A expansão da fronteira agrícola na Amazônia Legal é marcada por conflitos entre assentados e grandes projetos agropecuários e de mineração e por intensa devastação e desperdício dos recursos naturais e da biodiversidade, o que compromete o futuro da região.

Certo.

O enunciado lista corretamente algumas características/consequências da expansão da fronteira agrícola na Amazônia Legal:

Conflitos entre assentados e grandes projetos agropecuários e de mineração; e

Intensa devastação e desperdício dos recursos naturais e da biodiversidade.

87 A partir da adoção de políticas públicas de ocupação do território nacional durante o regime militar, a fronteira agrícola expandiu-se para o Centro-Oeste, que passou a ser visto como “celeiro do mundo”, destinado à produção de commodities como as do complexo grão carnes e à agropecuária em larga escala.

Certo.

O governo militar, no seu intuito de defender a soberania nacional, teve importantes projetos de interiorização do Brasil, como foi o patrocínio da fronteira agrícola em direção ao Centro-Oeste. A região, ainda hoje, é considerada fundamental para a atividade agropecuária brasileira.

88 A divisão territorial do trabalho existente em regiões produtivas do agronegócio é organizada em dois circuitos da economia local: o circuito superior, comandado pelas empresas e produtores hegemônicos do agronegócio, e o circuito inferior, formado a partir da agricultura camponesa não integrada diretamente à agricultura tecnificada.

Certo.

Ainda hoje, a realidade do campo brasileiro é marcada pela sua assimetria, em que de um lado estão os grandes proprietários, com produção mais sofisticada e de itens da pauta exportadora, e de outro, os pequenos produtores, com produção menos tecnológica e de produtos majoritariamente consumidos internamente.

Acerca dos movimentos migratórios internos, da estrutura etária da população brasileira e da evolução de seu crescimento no século XX, julgue os itens a seguir.

89 O baixo crescimento vegetativo da população brasileira verificado nos últimos três censos demográficos indica a diminuição do ritmo de migrações no país e o início de longo ciclo de estagnação. Centros urbanos de atração de migrantes, como Brasília, Manaus e São Paulo, diminuíram drasticamente o ritmo de crescimento econômico, justificando assim a queda do fluxo migratório de entrada e o aumento da saída de população.

Errado.

Em primeiro lugar, o baixo crescimento vegetativo da população brasileira em nada tem a ver com a diminuição do ritmo de migrações no país. Também não podemos afirmar que houve drástica queda no ritmo de crescimento econômico de Brasília, Manaus e São Paulo.

90 A dinâmica da estrutura etária da população brasileira tende ao equilíbrio quanto à quantidade de crianças, jovens, adultos e idosos: a população de idosos com maior expectativa de vida cresce tanto quanto a população em idade infantil e jovem.

Errado.

Não há o equilíbrio citado na questão. Por conta de inúmeros fatores, como melhoras na saúde, a população idosa está aumentando em nosso país, enquanto a de crianças e jovens, por conta principalmente de um melhor planejamento familiar, está diminuindo.

91 Fundamentados no aumento da expectativa de vida, que resulta em crescimento das despesas com aposentadorias, serviços de saúde e assistência social, setores da sociedade brasileira defendem a necessidade de reforma do sistema previdenciário nacional.

Certo.

O atual sistema previdenciário foi desenhado quando os brasileiros tinham uma expectativa de vida bem menor. Assim, podemos dizer que o fator expectativa de vida e sistema previdenciário são temas umbilicalmente relacionados.

No que se refere ao aproveitamento dos recursos naturais brasileiros, julgue os seguintes itens.

92 Apesar do enorme potencial das regiões Norte e Nordeste para a produção de energia eólica, a produção dessa energia limpa ainda é limitada no Brasil devido à distância entre as áreas potenciais de produção e os centros de consumo, o que representa uma barreira para a expansão da produção.

Errado.

O Nordeste tem grande potencial para a energia eólica, o mesmo, porém, não se pode afirmar sobre a região Norte. Quanto à distância entre a zona produtora e os centros de consumo, ela realmente é um problema, não chega, no entanto, a ser uma barreira.

93 Os episódios recentes de diminuição do índice pluviométrico e de estiagem prolongada nas regiões Sudeste, Centro-Oeste e Nordeste do Brasil colocaram em xeque a produção de energia hidrelétrica, setor estratégico para a economia nacional que, em tempos de estiagem, necessita do auxílio da produção das usinas termoelétricas, o que encarece o custo da energia no Brasil tanto para grandes quanto para pequenos consumidores.

Certo.

Em tempos de estiagem, o sistema elétrico brasileiro se vale das usinas termoelétricas, que geram energia mais cara e mais poluente.

Sabendo que a globalização pode ser definida como processo geográfico e econômico, julgue os próximos itens, relativos a aspectos atuais desse processo.

94 Com a emergência de novos atores no contexto global, surgiram novos modelos socioeconômicos de desenvolvimento concordantes com antigas identidades culturais, o que eliminou possíveis resistências a um ambiente sociocultural novo.

Errado.

Não se pode afirmar que a globalização “eliminou possíveis resistências a um ambiente sociocultural novo”, já que alguns povos se integram mais que outros culturalmente, ainda hoje.

95 A alteração nas formas de produção dos sistemas econômicos globais, fundamentada no avanço do uso das tecnologias, modifica a produção geográfica do espaço em decorrência da fragmentação político-territorial, da incorporação de novas regiões ao capitalismo internacional e do fortalecimento dos conglomerados internacionais.

Certo.

A questão é rica em informações sobre o atual processo de globalização econômica em curso, em que novos atores surgem e regiões ganham ressignificação de acordo com o seu papel na cadeia econômica global.

96 A valorização da produção de commodities e o aumento de seus preços e de sua exportação têm sido apontados como promotores de riqueza e ascensão para os países emergentes, tais como os que integram o BRICS, que passam a ser considerados importantes para a manutenção do crescimento da economia mundial.

Certo.

O fenômeno citado no enunciado se enquadra bem com o contexto econômico vivido pelo Brasil na década de 2000. Atualmente, observa-se forte queda nos preços das commodities que beneficiavam o Brasil, especialmente a do Petróleo.

97 Ao facilitar a integração entre Estados e mercados, a globalização aumenta os controles econômicos, intensifica o desenvolvimento e, por conseguinte, confere uniformidade à governança global.

Errado.

Como vimos em aula, o processo de globalização é assimétrico, não se podendo falar em uniformidade global. Ademais, não se pode falar também sobre aumento de controles econômicos.

O crescimento da população mundial tem preocupado as instituições internacionais porque articula vários aspectos da vida humana, desde o meio ambiente e o desenvolvimento econômico até a habitação e o crescimento das cidades. Considerando essas informações, julgue os itens seguintes.

98 Baixos índices de desenvolvimento educacional em países dos continentes africano e asiático são fatores explicativos para as altas taxas de urbanização ali verificadas.

Certo.

Prezado aluno, eu realmente não entendi a lógica do avaliador neste enunciado, tendo em vista que os fatores apontados não guardam relação entre si conforme apontado. No meu entender, cabe recurso nesta questão.

99 A abertura de fronteiras agrícolas pelos conglomerados internacionais interfere nas taxas de urbanização de países em desenvolvimento porque articula a agricultura às tecnologias avançadas de produção.

Certo.

A questão explica a influência da tecnologia na agricultura e na urbanização.

100 As taxas de natalidade, a expectativa de vida e o fluxo de migrações são os aspectos que caracterizam e determinam o surgimento de cidades globais.

Errado.

Estas cidades se caracterizam por conta de sua condição hierárquica nas cadeias internacionais, e não por aspectos demográficos.

101 As cidades pequenas e médias tendem a apresentar menor crescimento demográfico no futuro devido ao seu modesto desenvolvimento tecnológico.

Errado.

Primeiro, é incorreto fazermos uma correlação conforme apontado pelo enunciado, em que cidades médias e pequenas possuiriam, necessariamente, menor desenvolvimento tecnológico – isto não é verdade. Também não podemos afirmar, necessariamente, que cidades menores possuem menores taxas de crescimento demográfico.

Com relação ao desenvolvimento humano e a proteção ao meio ambiente, julgue os próximos itens.

102 Entre os indicadores que compõem o cálculo do índice de desenvolvimento humano (IDH) — longevidade, educação e renda —, a renda possui maior peso, uma vez que indica o atendimento às necessidades básicas do ser humano, como moradia, alimentação e trabalho.

Errado.

Os três fatores possuem o mesmo peso.

103 Observa-se uma tendência de diminuição do aquecimento global e da degradação em decorrência das ações coletivas de mitigação dos problemas ambientais adotadas pelos países signatários do protocolo de Quioto e da Rio+20.

Errado.

Apesar do aparente esforço mundial para diminuição do aquecimento global, espera-se que este fenômeno continue ocorrendo nas próximas décadas.

No que se refere à divisão internacional do trabalho e seu impacto na reestruturação mundial dos territórios e na formação do espaço da acumulação global, julgue o item a seguir.

104 As transformações da produção fordista — produção em massa — para a produção flexível fortalecem a hierarquia urbana, devido à valorização do capital local e da regulação social.

Certo.

Apesar de o gabarito ter considerado a questão como certa, sabemos que o capital flexível, que tem fácil movimentação pelos países e que é característica do atual estágio do capitalismo, favorece o deslocamento da riqueza por diversas regiões do globo. Assim, considero que esta questão é passível de recurso.

Abraços!

Professor Danuzio Neto.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Danuzio Neto

Licenciado em letras pela Universidade Estadual do Maranhão, exerce, atualmente, o cargo de Agente Fiscal de Rendas da Secretaria da Fazenda do Estado de São Paulo. Anteriormente, já exerceu também os cargos de Técnico Judiciário do Tribunal Regional do Trabalho da 16ª Região e de Escriturário do Banco do Brasil.

Instagram did not return a 200.

Siga-nos no Instagram

Scroll Up