Conforme divulgado, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) disponibilizou nesta sexta-feira, 24 de abril de 2020, 15 editais de convocação dos aprovados no Processo Seletivo Emergencial Nacional da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Concurso EBSERH emergencial). Acesse AQUI os editais.

Sobre o Concurso EBSERH emergencial

O edital do Processo Seletivo Emergencial Nacional da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Concurso EBSERH emergencial) foi publicado no dia 1º de abril de 2020. De acordo com o documento, a realização da seleção de profissionais se faz necessária para a complementação da força de trabalho nos Hospitais Universitários Federais da Rede Ebserh, visando ao atendimento à população no combate à pandemia do Coronavírus (COVID-19). Segundo o edital, o certame oferta oportunidades de nível técnico e superior em diversas especialidades. Acesse AQUI o edital.

De acordo com o edital, as inscrições foram realizadas no período de 1 a 6 de abril de 2020, no endereço eletrônico da EBSERH. Conforme informado, não houve cobrança de taxa para participação no Processo Seletivo Emergencial.

Concurso EBSERH – Cargos

Conforme divulgado no edital, as oportunidades ofertadas são para os cargos de médico, enfermeiro, fisioterapeuta, engenheiro e arquiteto. De acordo com o documento, os critérios de avaliação e aprovação do Processo Seletivo Emergencial acontecerão mediante Avaliação de Títulos e Experiência Profissional, conforme descrito abaixo:

Segundo o edital, o resultado do Processo seletivo será divulgado no dia 8 de abril de 2020.

Concurso EBSERH – remuneração

De acordo com as informações divulgadas a remuneração será distribuída conforme o quadro abaixo:

Atribuições dos cargos

MÉDICO

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação e registro profissional no Conselho Regional de Medicina.

MÉDICO – MEDICINA DE EMERGÊNCIA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; Certificado de conclusão de Residência Médica em Medicina de Emergência, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Medicina de Emergência, reconhecido pela Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina

MÉDICO – ANESTESIOLOGISTA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; Certificado de conclusão de Residência Médica em Anestesiologia, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Anestesiologia, reconhecido pela
Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina; e registro profissional no Conselho Regional de Medicina.

MÉDICO – CLÍNICA MÉDICA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; Certificado de conclusão de Residência Médica em Clínica Médica, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Clínica Médica, reconhecido
pela Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina, bem como registro profissional no Conselho Regional de Medicina.

MÉDICO – MEDICINA INTENSIVA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; Certificado de conclusão de Residência Médica em Medicina Intensiva, reconhecido pela Comissão Nacional de Residência Médica; ou Título de especialista em Medicina Intensiva, reconhecido pela Associação Médica Brasileira e registrado no Conselho Regional de Medicina bem como registro profissional no Conselho Regional de Medicina.

ENFERMEIRO

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação, bem como registro profissional no Conselho Regional de Enfermagem.

ENFERMEIRO – TERAPIA INTENSIVA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; Residência em Enfermagem na área de Terapia Intensiva, reconhecida pelo Ministério da Educação e/ou Conselho Regional de Enfermagem; ou Curso de pós graduação lato ou stricto sensu em Enfermagem na área de Terapia Intensiva, reconhecido pelo Ministério da Educação e/ou Conselho Regional de Enfermagem; e registro profissional no Conselho Regional de Enfermagem.

ENFERMEIRO URGÊNCIA E EMERGÊNCIA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Enfermagem, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de Residência em Enfermagem, em Urgência e Emergência, reconhecida pelo MEC e(ou) Conselho Regional de Enfermagem; ou título de especialista em Enfermagem em Urgência e Emergência, reconhecido pelo MEC e (ou) Conselho Regional de Enfermagem; e registro profissional no Conselho Regional de Enfermagem.

TÉCNICO EM ENFERMAGEM

Certificado, devidamente registrado, de curso de ensino médio, fornecido por instituição educacional, reconhecido pelo Ministério da Educação; Certificado de conclusão de curso Técnico em Enfermagem; e registro profissional no Conselho Regional de Enfermagem.

FISIOTERAPIA

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Fisioterapia, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação; acrescido de registro profissional no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional e experiência mínima comprovada de 06 (seis) meses na área de fisioterapia respiratória.

ENGENHEIRO CLÍNICO

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Engenharia, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação, acrescido do Certificado de conclusão de curso de especialização em Engenharia Clínica (carga horária mínima de 360 horas); ou Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Engenharia Biomédica; e registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

ENGENHEIRO MECÂNICO

Engenheiro Mecânico: Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Engenharia Mecânica, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação, bem como registro profissional no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia.

ARQUITETO

Diploma, devidamente registrado, de curso de graduação em Arquitetura, fornecido por instituição de ensino superior, reconhecido pelo Ministério da Educação, bem como registro profissional no Conselho Regional de Arquitetura e Urbanismo.

Receba nossas novidades por e-mail

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos no Instagram

Scroll Up