Oi pessoal, tudo bem?

Concurso intermediário ou de aposentadoria?

Essa é uma dúvida persistente para muitos daqueles que estudam para concursos: devo focar
no concurso que eu realmente quero para me aposentar de vez da vida de concurseiro, ou
naquele intermediário, teoricamente mais plausível de aprovação, e que me dará condições de
estudar com mais calma para o meu foco final?

É uma escolha complicada, dependente de alguns fatores, e que também possui riscos.
O risco é de que ao não focar no seu objetivo final, ele demore demais para sair novamente, e
você não esteja mais no pique de estudar daqui a algum tempo.

Analise então como é o seu comportamento. Se você é uma pessoa dedicada, comprometida e
perseverante, esse não será um problema. E você conseguirá estudar com tranquilidade,
mesmo que o seu grande objetivo demore anos a ser alcançado.

Algo que facilita essa estratégia é se o seu objetivo final não é um concurso específico, mas um
cargo que te possibilite as condições de trabalho que você persegue.

Se a sua situação for essa, como era a minha, o processo será facilitado.

O meu caso foi assim! Eu trabalhava na iniciativa privada e estaca desesperado para sair do
meu emprego. Queria Receita Federal, e optei por focar no Analista-Tributário para resolver de
uma vez o meu problema mais iminente. Um amigo meu que trabalhava na mesma empresa
resolveu pedir demissão e arriscou no Auditor-Fiscal, tendo sido aprovado! Mas eu era mais
conservador, e resolvi não sair do emprego na época. Novamente, vai da necessidade e
situação de cada um.

Felizmente, uma vez aprovado no ATRFB, conseguir estudar com calma para outro concurso
que estivesse no topo salarial Federal, e deu certo.

Eu não fui inflexível ao ponto de tentar somente um cargo, pois dessa forma minhas chances
diminuiriam. Ao não conseguir a aprovação no AFRFB de 2009, diversifiquei o foco e parti para
a área de Gestão e Controle.

De todo modo, a estratégia de focar em um cargo intermediário pode ser perigosa. Conheço
muitas pessoas que a tinham, mas que se acomodaram no meio do caminho, na própria RFB,
visto que o cargo de ATRFB é muito bom já. A estabilidade, o bom salário, a mobilidade, assim
como a tranquilidade do trabalho sem pressão excessiva são chamativos para a interrupção da vida de concurseiro, e é o que ocorre com muitas pessoas.

Isso dependerá muito dos seus objetivos de vida, necessidades financeiras, vontade de crescer
na carreira, reconhecimento profissional etc.

Por isso a decisão é tão pessoal!

Resumindo, acho que a decisão final depende muito também de sua situação atual de vida!
Se você estiver desempregado, ou com uma urgência maior de sair do seu emprego atual,
foque em um cargo intermediário, e depois, com mais calma, estude para o seu objetivo final
de vida.

Agora, se você já possui um bom cargo, condições financeiras que te permite estudar com
calma, ou até mesmo a satisfação de estar em um bom emprego hoje, vá direto no seu
objetivo final.

Esse tipo de escolha gasta muito tempo, gera angústia, e indecisão.

Sempre aconselho que isso seja colocado no papel, e que essa decisão seja tomada de uma
vez, ficando assim definitiva.

Para isso, sugiro uma ferramenta que se chama Matriz de Perdas e Ganhos. Ela pode ser
encontrada em sites na internet.

Faça a sua, imprima, e deixe o papel sempre ao seu lado. Toda vez que voltar a pensar nisso,
leia a decisão impressa no papel.

Um abraço.

Facebook: Técnicas de Preparação para Concursos Públicos

Instagram: @brunofracalossipaes

YouTube: Canal do Bruno Fracalossi

Ponto dos Concursos: Coaching Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi – Pioneiro no mercado de Coaching para Concursos no Brasil – Mais de 6 anos de atividades (desde 2012), e mais de 1.000 alunos treinados de forma individual.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi é Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União, exercendo suas atividades na Corregedoria-Geral da União. Já foi Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Goiás e atualmente cursando Direito no IESB/DF. Pós-graduado em Gestão Pública com ênfase em Ciência Política e em Auditoria Financeira pela UNB/ISC-TCU. Autor do livro Guia Completo das Carreiras Públicas Federais pela editora Impetus. Coach com quase quatro anos de experiência, e com mais de 800 alunos treinados, sendo inúmeros já aprovados. Professional and Self Coach/Leader and Manager as a Coach/Analista Comportamental certificado pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLA Coaching) com reconhecimento da International Association Of Coaching. Membro da Sociedade Latino Americana de Coaching. Um dos pioneiros no mercado de Coaching para Concursos no Brasil.

  • Essa é sua chance de tirar dúvidas sobre a prova de Informática da PCDF com uma especialista! Inscreva-se e participe: bit.ly/auloes_pcdf
  • Haja coração! 😂
  • O que te motivou a começar a estudar? Quando as coisas estiverem difíceis, pense na sua trajetória até aqui! 😊
  • Saber como manter a motivação diante das dificuldades diárias é o segredo para alcançar sua aprovação. Mantenha-se firme! 🙌
  • Inscreva-se no canal do Ponto no YouTube e fique por dentro de todos os nossos conteúdos! As melhores dicas para a sua aprovação estão aqui: youtube.com/VideoDoPonto
  • Martinha começou cedo, com apenas 2 matérias acumuladas. 😂 #VidaDeConcurseira
  • Não crie limites para si mesmo! Pensar positivo e acreditar no seu potencial são fundamentais para alcançar seus objetivos. ;)
  • Aprimore seus conhecimentos em Tecnologia da Informação para o concurso da SEFAZ/DF. Confira o curso da Profa. Patrícia Quintão e estude com o melhor material: bit.ly/TI_auditor_sefazdf

Siga-nos no Instagram

Scroll Up