Os candidatos interessados já podem se inscrever no Concurso Público do Tribunal de Justiça de Santa Catarina (Concurso TJ SC). O formulário pode ser preenchido  no endereço eletrônico da organizadora. O valor da taxa é de R$ 85,00 para nível superior e R$ 68,00 para nível médio.

O edital oferta  26 oportunidades imediatas e formação de cadastro reserva para cargos de nível médio e superior. A Fundação Getúlio Vargas é responsável pelo certame. Acesse o edital aqui.

Sobre o Concurso TJ SC

As vagas serão destinadas aos cargos de Analista Administrativo (CR), Analista Jurídico (CR), Engenheiro Civil (CR), Oficial de Justiça e Avaliador (05 + CR), Oficial da Infância e Juventude (01 + CR), Arquiteto (01), Engenheiro Eletricista (01), Enfermeiro (01) e Técnico Judiciário Auxiliar (17 + CR). Para todos os cargos, será realizada etapa única, com prova objetiva de múltipla escolha, de caráter eliminatório e classificatório.

A remuneração é de R$ 6.156,63 para os cargos de ensino superior e R$ 3.576,54 para os cargos de nível médio. Confira abaixo os requisitos e atribuições dos cargos em destaque:

Analista Administrativo

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas ou Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: Atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, estudo, pesquisa, elaboração de laudos, pareceres ou informações e execução de tarefas de elevado grau de complexidade, relativas às áreas da Administração, Economia, Contabilidade e Direito, a fim de fornecer suporte administrativo aos órgãos do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau relacionado a recursos humanos, material e patrimônio, licitações e contratos, orçamento e finanças, controle interno e auditoria, segurança e transporte, bem como outras atividades complementares de apoio administrativo. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Analista Jurídico

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: Atividades de planejamento, organização, coordenação, supervisão técnica, estudo, pesquisa, elaboração de laudos, pareceres ou informações, e execução de tarefas de elevado grau de complexidade, a fim de fornecer suporte jurídico-administrativo aos órgãos do Tribunal de Justiça e da Justiça de Primeiro Grau. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Oficial de Justiça e Avaliador

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

Atribuições: Atividades externas de cumprimento de mandados judiciais, na forma estabelecida pela legislação processual; fazer pessoalmente citações, prisões, penhoras arrestos, sequestros, e demais diligências próprias do ofício; efetuar avaliações; lavrar autos e as certidões respectivas, e dar contrafé; certificar quando desconhecido ou incerto o citando, ou ignorado, incerto ou inacessível o lugar em que se encontre; convocar pessoas idôneas que testemunhem atos de seu ofício, nos casos exigidos por lei; efetuar as intimações, na forma e nos casos previstos na lei; devolver a cartório, após comunicar ao distribuidor, para a baixa respectiva, os mandados de cujo cumprimento tenha sido incumbido, até o dia seguinte em que findar o prazo marcado na lei processual para execução da diligência, ou quando houver audiência, até, se for o caso, quarenta e oito (48) horas antes de sua realização; comparecer a juízo, diariamente, e aí permanecer durante o expediente do foro, salvo quando em diligência; auxiliar o porteiro na manutenção da ordem, disciplina e fiscalização do foro; servir nas correições; entregar, incontinenti, a quem de direito, as importâncias e bens recebidos em cumprimento de ordem judicial; executar as ordens do juiz; exercer as funções de porteiro de auditórios onde não houver privativo; estar presente às audiências e coadjuvar o juiz na manutenção da ordem, entre outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Técnico Judiciário Auxiliar

Requisitos: Diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível médio completo, fornecido por instituição de ensino reconhecida pelo MEC.

Atribuições: Atividades relacionadas a serviços de organização, execução e controle de serviços técnico administrativos. Atuar como conciliador ou mediador, por designação da autoridade judiciária a que estiver subordinado.

Provas do Concurso TJ SC

A aplicação da Prova Escrita Objetiva será aplicada no dia 22 de julho de 2018. O município  de aplicação da prova será definido pelo candidato no ato da inscrição, podendo ser Florianópolis, Criciúma, Lages, Joinville, Blumenau, Itajaí, Canoinhas, Chapecó e Joaçaba.

Último Concurso TJ SC

O último Concurso do Tribunal de Justiça de Santa Catarina foi em 2014/2015 e foi organizado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas). O certame ofertou 32 vagas para Técnico Judiciário Auxiliar, Analista Administrativo, Analista de Sistemas, Assistente Social, Médico, Odontólogo e Psicólogo. Cerca de 42 mil candidatos se inscreveram no certame. Acesse AQUI o edital.

  • Concurso: Concurso Tribunal de Justiça de Santa Catarina.
  • Situação: edital divulgado.
  • Escolaridade: nível médio e superior.
  • Cargos: Analista e Técnico Judiciário.
  • Vagas: 26 + CR.
  • Banca: FGV.
  • Remuneração: até R$6 mi.
  • Inscrições: 23 de abril a 06 de junho.
  • Provas: 22 de julho de 2018.

Confira nossos cursos para o TJ SC!

Receba nossas novidades por e-mail

Instagram has returned invalid data.

Siga-nos no Instagram

Scroll Up