As inscrições do Concurso TRT CE estão abertas e podem ser realizadas no endereço eletrônico da organizadora até o dia 13 de setembro. O valor da taxa é de R$ 80 para Analista e R$ 65 para Técnico.

O certame será organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos e oferece oportunidades para os cargos de Técnico – nível médio, e Analista – nível superior. Acesse AQUI o edital.

Sobre o Edital TRT CE 2017

A oferta é de 1 vaga imediata para para a carreira de Analista Judiciário – Área Judiciária, além de formação de cadastro de reserva para os cargos:  Analista Judiciário – Área Administrativa, Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (do Trabalho), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Medicina (Psiquiatria), Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Odontologia, Analista Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação e  Analista Judiciário – Área Judiciária – Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, para nível superior. A remuneração pode chegar a R$ 14.

As oportunidades de nível médio são para os cargos de Técnico Judiciário – Área Administrativa e Técnico Judiciário – Área Apoio Especializado – Especialidade Tecnologia da Informação. A remuneração é de R$ 7 mil.

Sobre os Edital do TRT CE 2017

Analista Judiciário – Área Administrativa:

requisito de diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação. O cargo deverá realizar tarefas relacionadas à administração de recursos humanos, materiais, patrimoniais, orçamentários e financeiros, de desenvolvimento organizacional, licitações e contratos, contadoria e auditoria; emitir informações e pareceres; elaborar, analisar e interpretar dados e demonstrativos; elaborar, implementar, acompanhar e avaliar projetos pertinentes à área de atuação; elaborar e aplicar instrumentos de acompanhamento, avaliação, pesquisa, controle e divulgação referentes aos projetos desenvolvidos; atender ao público interno e externo; redigir, digitar e conferir expedientes diversos e executar outras atividades de mesma natureza e grau de complexidade.

Analista Judiciário – Área Administrativa – Especialidade Contabilidade:

requisito de diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Ciências Contábeis, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), e registro no Conselho Regional de Contabilidade. O cargo deverá executar atividades relativas à elaboração do orçamento, planificação de contas, detalhamento de despesas, serviços contábeis, balanços, balancetes, demonstrativos de movimento de contas, cálculo de faturas, tabelas de vencimentos, folhas de pagamento e organização de processos de prestação de contas; elaborar planos, projetos e relatórios relativos à área de atuação; realizar perícias contábeis e cálculos judiciais; emitir informações e pareceres em questões que envolvam matéria de natureza técnica pertinente à área de atuação; entre outras atribuições.

Analista Judiciário – Área de Apoio Especializado Medicina do Trabalho:

diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), acrescido de pós-graduação em Medicina do Trabalho, e registro no Conselho Regional de Medicina (CRM). O cargo deverá realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente relacionadas à saúde ocupacional; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; entre outras tarefas.

Analista Judiciário – Especialidade Medicina (Psiquiatria):

diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Medicina, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), acrescido de pós-graduação em Psiquiatria, e registro no CRM. O cargo deverá realizar consultas, exames, diagnósticos e inspeções de saúde, principalmente na área de psiquiatria; solicitar exames; prescrever tratamentos; realizar visitas domiciliares ou em dependências hospitalares; providenciar a remoção de pacientes para instituições hospitalares em casos de emergência; emitir laudos médicos e pareceres; conceder licenças para tratamento de saúde; homologar atestados médicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; atuar em perícias médicas; atuar em programas de educação e prevenção de doenças; entre outras funções.

Analista Judiciário – Área Apoio Especializado de Odontologia:

diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Odontologia, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC), e registro no Conselho Regional de Odontologia. O cargo deverá realizar consultas, diagnósticos, tratamentos e prevenção das afecções bucais; atuar em campanhas e programas de saúde bucal; conceder licenças para tratamento de saúde relacionadas à odontologia; homologar atestados odontológicos emitidos por profissionais externos ao quadro do Tribunal; realizar perícias odontológicas; prescrever e administrar medicamentos; radiografar elementos dentários; entre outras funções.

Analista Judiciário – Especialidade da Tecnologia da Informação:

diploma ou certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior na área de Informática ou de qualquer curso de ensino superior acrescido de curso de pósgraduação em Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá desenvolver projetos e sistemas de informá- tica; documentar os sistemas; analisar e avaliar diagramas, estruturas e descrições de entradas e saídas de sistemas; sugerir as características e quantitativos de equipamentos necessários à utilização dos sistemas; analisar e avaliar as definições e documentação de arquivos, programas, rotinas de produção e testes de sistemas; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; entre outras tarefas.

Analista Judiciária – Área Judiciária:

diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de curso de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá analisar petições e processos, confeccionar minutas de votos, emitir informações e pareceres; proceder a estudos e pesquisas na legislação, na jurisprudência e na doutrina pertinente para fundamentar a análise de processo e emissão de parecer; fornecer suporte técnico e administrativo aos magistrados, órgãos julgadores e unidades do Tribunal; entre outras.

Analista Judiciária – Área Judiciária – Oficial de Justiça Avaliador Federal:

diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá executar citações, notificações, intimações e demais ordens judiciais, certificando no mandado o ocorrido; executar penhoras, avaliações, arrematações, praças e hastas públicas, remissões, adjudicações, arrestos, sequestros, buscas e apreensões, entre outras funções.

Técnico Judiciário – Área Administrativa:

certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou de curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá prestar apoio técnico e administrativo pertinente às atribuições das unidades organizacionais; executar tarefas de apoio à atividade judiciária; arquivar documentos; efetuar tarefas relacionadas à movimentação e à guarda de processos e documentos; entre outras tarefas.

Técnico Judiciário – Tecnologia da Informação:

certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) acrescido de curso de programação com, no mínimo 120 horas-aula, ou curso técnico na área de Informática, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo Ministério de Educação (MEC). O cargo deverá executar atividades relacionadas ao desenvolvimento, teste, codificação, manutenção e documentação de programas e sistemas de informática; prestar suporte técnico e treinamento a usuários; elaborar páginas para internet e intranet; identificar as necessidades de produção, alteração e otimização de sistemas; efetuar os procedimentos de cópia, transferência, armazenamento e recuperação de arquivos de dados; entre outras atribuições.

Provas do Concurso TRT CE 2017

Os candidatos do Concurso TRT CE 2017 serão avaliados por meio de exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de provas objetivas, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os cargos. A prova objetiva será aplicada no dia 22 de outubro de 2017, no turno da manhã para Analistas e no turno da tarde para Técnicos.

resumindo

  • Concurso: Tribunal Regional do Trabalho do Ceará.
  • Situação: edital publicado.
  • Cargos: Técnico e Analista Judiciário.
  • Vagas: 1 + CR.
  • Banca: Cebraspe.
  • Remuneração: até R$ 12 mil.
  • Inscrições: 28 de agosto a 13 de setembro de 2017.
  • Prova objetiva: 22 de outubro de 2017.

Receba nossas novidades por e-mail

  • Se você está esperando o edital da Subsecretaria do Sistema Penitenciário (SESIPE) do DF, está chegando a hora de dar um gás nos estudos. Nós oferecemos a melhor preparação para realizar seu sonho, concurseiro. Estude com o Ponto! 😉 http://bit.ly/ponto-sesipe
  • A Língua Portuguesa é incrível! O quão afiado anda o seu vocabulário, concurseiro? 😉
  • O seu concurso dos sonhos está se aproximando e a melhor preparação está no Ponto. 😉 Estude com professores renomados e garanta sua vaga na PPGG/DF! http://bit.ly/ponto-ppgg
  • SORTEIO para os concurseiros de plantão! Participe e concorra a um livro com questões comentadas da Profa. Claudia Kozlowski para te ajudar em um dos assuntos mais importantes do CESPE: língua portuguesa. 📖

Participar é muito fácil, basta seguir as regras:
- Curta este post;
- Marque um amigo nos comentários (quanto mais comentar, mais chances você tem de ganhar!);
- Siga a gente (@pontodosconcursosoficial) e a @profclaudiakoz;
- Não vale marcar fakes, empresas, fã clubes ou celebridades, tá?

E pronto! Depois é só torcer pra ganhar um dos exemplares mais desejados do mundo dos concursos. 😉

O sorteio acontece no dia 28/8.
  • Já decidiu alcançar seus objetivos hoje, concurseiro? Não desista! 😉
  • O Pomodoro ajuda a gerenciar o tempo e estimular o foco. Quais técnicas de gerenciamento você usa, concurseiro?
  • Quem nunca? 😂
  • E aí, concurseiro, quais metas você anda traçando? 😎

Siga-nos no Instagram

Scroll Up