Um dos tipos de mensagem que eu mais recebo é de candidatos agoniados, relatando que não conseguem se manter presos ao planejamento traçado em face de eventos inesperados na rotina.  É o famoso: “só porque eu comecei a estudar tudo de ruim está acontecendo comigo professor”.

O que você deve entender é que, para cumprir sua missão, o dia não precisa amanhecer ensolarado, com nuvens de algodão doce no céu e fadas cantando no jardim.  As pessoas tem mania de condicionar seu comportamento às circunstâncias e não lidam bem com os estudos quando as coisas fogem do controle.

Quando eu estudava para concurso, praticamente todos os dias eram complicados. Toda sorte de dificuldades povoava minha rotina: minha esposa de TPM aborrecida com alguma coisa, meu filho de dois anos clamando por minha presença, meu comandante me ligando de madrugada para voltar imediatamente para o esquadrão para o resgate de algum ferido, meu “amigo” de todos os meses vindo me visitar (cheque especial), entre outros. Isso quando tudo não acontecia de uma vez ou eu era mandado para uma missão de duas semanas no meio do Pantanal , o que me impossibilitava de estudar. A impressão que eu tinha era que sempre piorava e o único dia fácil na verdade havia sido ontem, fazendo alusão a uma famosa frase militar.

Não vou dizer que esses acontecimentos nunca me influenciavam ou que estudava bem todos os dias, mas eu ansiava por guerra. Tinha um sonho e estava disposto a me doar por ele, mesmo que eu tivesse que estudar atolado de trabalho, endividado, brigado com a patroa ou tendo que administrar o furor de uma criança de dois anos.

Quase nunca estudava o tanto que julgava suficiente. Cansei de estudar por trinta minutos, uma hora por dia.  No entanto, eu sempre ficava agradecido com a oportunidade de estar estudando e alegre por não desistir. Além da gratidão, a autossugestão positiva era minha companheira e uma frase que sempre guiava meus esforços era “você pode não ter tempo ou condições, mas raça não se vende em prateleira, ninguém pode comprar e isso você tem de sobra”.

O que está em jogo aqui não é a qualidade de seus estudos ou a beleza de sua planilha de horas líquidas, mas sua autoconfiança. Isso porque, se você consegue, mesmo “sob fogos”, cumprir suas tarefas, o músculo da sua autoestima vai ficando cada vez mais forte. Consequentemente, a sua força para enfrentar seus medos aumenta.  O contrário também é verdadeiro: se a cada pequeno problema você ceder, dentro em breve você desistirá, antes mesmo de começar, tudo porque não confia na sua capacidade de sustentar o esforço. Assim eu lhe digo que se tem algo que você deve proteger é sua autoconfiança.

A vida de todos nós tem autos e baixos. Ter problemas não é uma exclusividade sua. Mas há aqueles que focam nos problemas e outros que direcionam sua atenção em cultivar o pouco que tem, tanto em termos de tempo, quanto em termos de coragem.

Há certas rotinas que devem ser executadas, mesmo quando não queremos. Se seu filho brigasse para não escovar os dentes, o que você faria? Iria deixar que os dentes dele apodrecessem? Não! Ele TEM que escovar e pronto. Se você quiser passar num concurso, faça o mesmo: estude e pronto! Não condicione o seu rendimento e aprenda a se tornar imune ao tempo e ao cansaço. Sem se esquecer que a maior imunidade deve ser contra seus próprios pensamentos. Com efeito, a maioria das vezes que um aluno não cumpre suas metas é por problemas autofabricados. Não existem no mundo real. Ele inventou e se deixou levar.

Não viva sob o lema do “se eu acordar bem disposto, concentrado, motivado eu vou render muito nos estudos”. Desenvolva a habilidade de fazer o que deve ser feito, independentemente de como você se sente a respeito. Ajuda a cuidar da saúde bucal e a passar no concurso público também.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Igor Oliveira

Igor Oliveira é servidor público federal, Analista Técnico da SUSEP. Foi oficial fuzileiro naval e piloto de helicóptero na Marinha do Brasil. Igor faz parte da equipe da coordenação do Ponto dos Concursos.

  • Tem algum concurseiro sonhando com uma aprovação em Brasília? 😉
  • Evite ações que prejudicam o seu rendimento, concurseiro. 😉
  • A gente fica como mesmo? 😂
  • Ser concurseiro não é uma tarefa fácil, mas é possível conciliar o seu bem-estar com esse estilo de vida. O Prof. Wallace Pinheiro preparou um artigo com práticas para melhorar a sua rotina. Confira: bit.ly/artigo_estilodevida
  • Nada é impossível quando temos determinação para alcançar nossos objetivos. 👊🏽
  • Atenção, concurseiro! Está aberto o prazo recursal da AGU para todos os cargos. Nossos professores especialistas estão prontos apara te ajudar a escrever o melhor argumento. Garanta seu recurso aqui: bit.ly/ponto_recurso
  • Às vezes, o dia a dia nos prega algumas peças. Por isso, é preciso estar atento à pronúncia e escrita de algumas palavras. 😉
  • Todo mundo já jogou esse jogo. 🙄

Siga-nos no Instagram

Scroll Up