Olá, pessoal!

Vou falar algumas dicas sobre o concurso do INSS.

Espero que gostem!

Bons estudos.

As especulações sobre o próximo concurso do INSS começaram a aumentar. Muitos cogitam que possamos ter provas em 2019. Eu, particularmente, estou confiante nisso. Mas claro, tudo vai depender de questões orçamentárias e da decisão do próprio Governo de realizar o concurso. Mesmo assim,chegou o momento de começarmos os estudos. Afinal, o último concurso teve mais de 1 milhão de inscritos e a aprovação exige uma preparação excelente, especialmente em Direito Previdenciário.

Só para relembrar: O último concurso surpreendeu a muita gente boa. A prova de Técnico do Seguro Social, ocorrida no dia 15/05/2016 trouxe, dos 120 itens, simplesmente, 15 que envolviam conhecimentos acerca da Assistência Social ou de sua Lei Orgânica – Lei 8.742/1993. Apenas 5 cuidaram diretamente dos benefícios previdenciários.

Então, pessoal, seguem dicas básicas que podem auxiliar nesse início de caminhada:

Tenham muito cuidado com as atualizações, ou seja, fiquem atentos às mudanças ocorridas na legislação previdenciária. O estudo de Previdenciário deve ser “online”, ou seja, verifiquem, sempre, as Leis 8.213/91 e Lei 8.212/91 no site www.planalto.gov. Isso porque as alterações mais relevantes em nossa matéria, especialmente as que advêm de Medida Provisória, ocorrem nessas leis, sendo altamente recomendável consultá-las sempre na internet.

Cuidado com o Decreto 3.048/99. Há certos concursos que o exigem expressamente, o do INSS assim fez. Só que o estudo dessa norma deve, imprescindivelmente, ser em conjunto com as leis citadas. Muitos artigos estão desatualizados.

Além da consulta rotineira, cultivem o hábito da leitura das Leis 8.213/91 e 8.213/91, bem como do Decreto 3.048/99 (tendo o cuidado que citei há pouco). Pelo histórico, o concurso do INSS, mesmo em bancas como o Cespe, que tem especial afeição pela Jurisprudência, adora cobrar a literalidade das normas.

E se acostumem, porque depois que vocês passarem no concurso, vão se deparar com alterações quase que diárias. A legislação previdenciária é assim. Portanto, já comecem a treinar.

Por hoje, é isso. Nas próximas dicas, vamos abordar diversos assuntos, como, por exemplo, as rotinas e o modo de trabalho no INSS, as carreiras, os detalhes e as novidades que tem sido implementadas.

Um forte abraço!

Professor Moisés Moreira.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Moisés Moreira

Professor de Direito Administrativo e Direito Previdenciário. Professor de prática previdenciária em pós-graduações. Conselheiro da 3ª Câmara de Julgamento – CAJ do Conselho de Recurso da Previdência Social - CRPS. Mestrando em Direito das Relações Sociais e Trabalhistas pela UDF em Brasília. Pós-graduado em Direito Previdenciário, Trabalhista e Constitucional. Servidor público efetivo do INSS (Analista do Seguro Social). Atuou como Diretor de Benefícios substituto do INSS e Coordenador-Geral de Reconhecimento de Direitos do INSS entre 2017 e 2019. Atuou como Coordenador-Geral de Auditoria em Benefícios do INSS entre 2015 e 2016.

Instagram did not return a 200.

Siga-nos no Instagram

Scroll Up