O brasileiro, assim como os demais povos de sangue latino, possui uma característica questionadora muito grande.

Não seguimos estritamente as regras e leis, pois somos, em sua maioria, pessoas de sangue quente e não muito conformadas.

Isso pode explicar muitas das nossas qualidades, assim como alguns de nossos defeitos.

Somos muito diferentes dos asiáticos nesse sentido. O japonês e o coreano, por exemplo, possuem um forte senso de respeito às regras, sem questionar muito aquilo que lhe é imposto. São pessoas quase submissas ao governo, às regras e às instituições.

Muito disso explica o salto de países como a Coréia do Sul, que conseguiu superar a armadilha da classe média e se tornou um país desenvolvido, o que não acontece no Brasil.

Logicamente que existem diversos outros fatores, mas um deles foi o respeito às leis e ordens pelo povo sul-coreano.

Se quiser saber um pouco mais sobre esse assunto, CLIQUE AQUI:

Vejo essa característica questionadora em meus alunos através das seguintes perguntas: por que eu tenho que estudar informática para o concurso tal, já que não vou trabalhar com grande parte do que é cobrado ali? Por que eu tenho que estudar inglês, se não irei trabalhar com a língua durante as minhas atividades?

Esses são dois exemplos de perguntas que ouço o tempo todo. E com essas perguntas, vem a revolta de ter que estudar algo que não deveria estar ali no edital.

Outro fator muito questionado é em relação à forma como a banca cobra as questões. Muitos reclamam que a FCC é só decoreba, que a Esaf erra muito, que o Cespe é injusto pelo seu sistema de penalização de erros etc.

Concordo com muitas dessas afirmações. O que eu não concordo é com o aluno perder o tempo dele se revoltando ou questionando algo que não mudará de imediato, ou que não dependerá dele para mudar.

A FCC pode mudar o estilo com o tempo, a Esaf pode errar menos…Ok! Mas isso ocorrerá com o passar dos anos e com a evolução das instituições.

Você pode até questionar a banca com alguma notificação por e-mail etc. De todo modo, não acho válido você gastar tanta energia com isso.

Penso que o melhor para você é fazer o que tem que ser feito, e pronto. Estude aquilo que a banca está cobrando, e da forma como ela cobra! Não se revolte e nem questione o porquê daquilo estar ali, e sendo cobrado daquela forma idiota. Apenas foque em estudar e aprender, e em resolver as questões no formato como ela é cobrada.

Não estou querendo dizer que você deve ser um pacato cidadão acomodado com tudo que lhe impuserem. De jeito nenhum! A minha análise se vale exclusivamente para as provas de concursos públicos. Atenho-me a esse ponto, certo?

Não acho que vale a pena se revoltar com as matérias do edital, e nem com o formato que a banca usa para avaliar o conhecimento. Faça o que tem que ser feito! Para ser aprovado no cargo desejado você tem que aprender aquilo ali e acertar as questões da prova! Simples e direto! Então faça isso! Você pode achar as provas injustas como forma de avaliação, mas como você entrará no órgão com esse pensamento? Se você não for aprovado nessas provas injustas, nunca tomará posse. Então você pode estar no lugar errado. Concurso público pode não ser a solução para o seu problema.

Livre-se do problema, e não o questione. O problema é ser aprovado no certame e começar a trabalhar. E para conseguir isso, a instituição do concurso público está definida na Constituição Federal de 1988, e deve ser encarada do jeito que ela é. Se você canalizar as suas energias no principal, que é estudar, o resultado virá mais rapidamente.

A partir de hoje, mude a sua postura! Levante as matérias do edital e estude-as sem questioná-las. Questione somente aquilo que você errou, e aprenda o jeito que a banca cobra o assunto. Conforme-se que para passar em concurso você tem que superar as adversidades que lhe são impostas. Conforme-se que as coisas são assim. Deixe para questionar outros assuntos e pontos de sua vida, mas não o concurso eminente, pois pode ser tempo perdido!

Um abraço.

Facebook: Técnicas de Preparação para Concursos Públicos

Instagram: @brunofracalossipaes

YouTube: Canal do Bruno Fracalossi

Ponto dos Concursos: Coaching Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi – Pioneiro no mercado de Coaching para Concursos no Brasil – Mais de 6 anos de atividades (desde 2012), e mais de 1.000 alunos treinados de forma individual.

Receba nossas novidades por e-mail

Autor(a): Professor Bruno Fracalossi

Bruno Fracalossi é Auditor Federal de Finanças e Controle da Controladoria-Geral da União, exercendo suas atividades na Corregedoria-Geral da União. Já foi Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Graduado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal de Goiás e atualmente cursando Direito no IESB/DF. Pós-graduado em Gestão Pública com ênfase em Ciência Política e em Auditoria Financeira pela UNB/ISC-TCU. Autor do livro Guia Completo das Carreiras Públicas Federais pela editora Impetus. Coach com quase quatro anos de experiência, e com mais de 800 alunos treinados, sendo inúmeros já aprovados. Professional and Self Coach/Leader and Manager as a Coach/Analista Comportamental certificado pela Sociedade Latino Americana de Coaching (SLA Coaching) com reconhecimento da International Association Of Coaching. Membro da Sociedade Latino Americana de Coaching. Um dos pioneiros no mercado de Coaching para Concursos no Brasil.

  • Pronto para mais uma prova, concurseiro? A Turma de Elite é um curso completo com treinamento à altura para os melhores concursos do país. Saiba mais em: bit.ly/cursos_TJCE
  • Não espere a oportunidade surgir, vá em busca dela. 👊🏽
  • A gente sabe bem como é estudar com esses carinhas. 😂
  • Que tal um bom filme para se inspirar e descansar a mente por alguns instantes? O fim de semana chegou. Aproveite, concurseiro! ;)
  • Entender como funcionamos é um ótimo caminho para conseguirmos manter o foco. Confira as dicas. ;)
  • Todo dia é uma oportunidade para você ficar mais próximo dos seus objetivos. Siga firme, concurseiro! 👊🏽
  • Cada um com a sua prioridade, né? 😂
  • Atenção às semelhanças e seus diferentes significados. ;)

Siga-nos no Instagram

Scroll Up